Não podemos mais esquecer da vitamina D

vitamina D - dia a dia

Em uma rotina agitada e horas passadas dentro de espaços fechados, uma simples coisa como “pegar sol” pode acabar sendo esquecida. Sem tempo para algo tão pequeno, a saúde pode sofrer, já que a vitamina D depende totalmente de nossos hábitos diários.

Entre os nutrientes esquecidos no dia a dia, seja pela dieta ou pelos hábitos, a vitamina D acaba sendo uma das principais. Sua importância aponta que deveríamos estar fazendo justamente o contrário.

Um estudo recente, realizado pela Universidade de Heidelberg, na Alemanha, avaliou os níveis de vitamina D em mais de 160 mil pessoas de 44 países. Os cientistas verificaram que 37,3% dos voluntários estavam com níveis baixos do nutriente, ou seja, mais de um terço das pessoas teria deficiência da vitamina.

O texto de hoje é dedicado a mostrar que, sendo ela tão importante, devemos mesmo fazer uma força para lembrar da vitamina D no dia a dia.

Para que serve a vitamina D

Sem a vitamina D, a função do cálcio acaba sendo bastante prejudicada. Isso porque a vitamina é essencial para a absorção adequada deste mineral pelo organismo, o que faz dela um nutriente importante para a qualidade dos ossos.

Uma dieta com quantidades adequadas de vitamina D ajuda a prevenir, além da osteoporose e fratura de ossos, o aparecimento de complicações cardiovasculares como infarto, trombose e derrames.

Um total descaso para com a vitamina D prejudica fortemente o corpo. Mesmo que seja incomum, é possível que pessoas fiquem com níveis da vitamina extremamente baixos no organismo por muito tempo, o que pode levar a complicações cognitivas como perda de memória e capacidade de raciocínio a longo prazo. Sintomas depressivos também podem surgir como consequência.

Estudos recentes têm associado o aparecimento do Mal de Alzheimer com dietas deficientes em vitamina D. As proteínas amiloides, associadas à doença, aparentemente são prevenidas quando a vitamina está em dia.

Onde encontra-la

Relacionar a vitamina D não é um mito e nem exagero. Cerca de 80% da presença do nutriente em nosso corpo é sintetizado através da luz do sol. É estimado que entre 15 e 20 minutos por dia de exposição à luz do astro rei já é o suficiente.

No entanto, também é importante falar de alguns alimentos que complementam na dieta. O óleo de peixe, o salmão fresco, a sardinha, o atum e o leite de soja são alimentos ricos na vitamina D. Em segundo plano, ovos e o leite comum também possuem boas quantidades.

Vitamina D - VitaVale
Alguns alimentos que contribuem para a nutrição de vitamina D. Imagem: Jeito Fitness.

Suplementação é alternativa

Muitas vezes, nossa rotina simplesmente não nos permite cuidar adequadamente de nossa saúde, incluindo hábitos e alimentação. Se esse for o seu caso, a suplementação de vitaminas pode ser uma boa alternativa.

Caso você tenha verificado níveis baixos de vitamina D em seus últimos exames ou simplesmente esteja preocupado em garantir os nutrientes ideais, considere os produtos oferecidos pela VitaVale.

Através do site da Nutridirect é possível adquirir diretamente uma série de suplementos vitamínicos. As cápsulas de vitamina D garantem as quantidades diárias necessárias para uma dieta equilibrada.

Acima de tudo, a VitaVale está preocupada com sua saúde de cada dia. Conte com a gente para viver bem e melhor!