Bebidas gaseificadas podem gerar mais fome do aquelas sem gás, dizem cientistas

Bebidas com gás e açúcar podem gerar mais fome - VitaVale

Todos já sabem que refrigerantes em geral fazem mal à saúde e são grandes aliados da obesidade. Essas bebidas gaseificadas açucaradas, tão famosas na rotina de tanta gente, possuem cerca de 20g de açúcar em cada copo. No final, tudo isso se transforma em inimigos da saúde e do peso.

Mas ao que tudo indica, não é apenas o açúcar nessas bebidas que podem prejudicar a saúde. Cientistas concluíram atualmente que o próprio gás nessas bebidas podem gerar mais fome em quem ingere.

Como chegou-se nessa conclusão

O programa Trust Me I’m a Doctor, da BBC britânica, fez um teste com voluntários para investigar o efeito que bebidas gaseificadas açucaradas podem ter no apetite das pessoas. A avaliação começou, primeiramente, com um jejum de dez horas pelo qual eles tiveram que passar.

Depois disso, todos comparecem ao laboratório para um pequeno café da manhã, em que receberam sanduíches de queijo idênticos e com as mesmas calorias. Após uma hora, cada um recebeu um tipo diferente de bebida, que poderia ser gasosa com açúcar, açucarada sem gás, água com gás ou água sem gás.

A parte mais essencial do teste veio em seguida, dez minutos depois da bebida: um médico pegou uma amostra de sangue de cada um dos voluntários para medir o nível de hormônio da fome, a grelina. Assim, eles poderiam ter ideia se, de fato, alguma dessas bebidas era capaz de gerar mais fome depois de ingerida.

Longe do laboratório, os voluntários apenas precisavam fazer um relatório do que comeram na semana. Quando voltassem para novamente medir os hormônios em seu sangue, eles precisavam consumir um copo de alguma das bebidas. Dessa vez, porém, ela deveria ser diferente da ocasião anterior, para fazer com que todos os voluntários consumissem todos os tipos de bebidas, com gás e sem. Os testes se repetiram por cerca de 3 semanas.

Cada participante, então, ingeriu uma bebida açucarada com gás e outra sem gás, e também água com gás e sem gás, logo após comerem o sanduíche de queijo da semana. Cruzando os índices de grelina no sangue com os registros pessoais dos voluntários, os cientistas chegaram à uma importante conclusão: bebidas gaseificadas com açúcar foram capazes de gerar mais fome em até 50%.

E esse efeito não valeu apenas para as bebidas com açúcar. A água com gás também produziu um ligeiro apetite maior em quem as consumiu. No geral, quem consumiu algo gaseificado ingeriu até 120 calorias a mais nas refeições seguintes.

Como a bebida foi capaz de gerar mais fome

Os motivos para isso, segundo os cientistas, é totalmente culpa do gás carbônico, mas não se sabe bem o porquê. Pode ser por causa de receptores no topo do estômago que liberam grelina ao identificar o gás ou por causa da expansão do estômago, que também libera o hormônio.

Mesmo que não se saiba o porquê, os cientistas avisam: qualquer bebida açucarada gaseificada não é bem vinda para o corpo, especialmente para quem quer perder peso. O ideal, na verdade, é sempre optar pela água, de preferência a sem gás.

E aí, o que achou dessa notícia? Para mais informações úteis sobre como manter a saúde “em dia”, continue acompanhando o blog da VitaVale! E é claro que você sempre pode contar com nossas vitaminas e minerais!