Alimentos bons para o cérebro

Assim como consumimos nutrientes pensando nos benefícios que podem trazer ao nosso corpo, também é possível pensar na alimentação como um meio de se melhorar o funcionamento do cérebro. Quando o órgão, um dos mais importantes do nosso organismo, trabalha de forma excessiva e não é bem alimentado, produz radicais livres, o que acelera o processo de envelhecimento e prejudica a memorização.

A boa notícia é que existem diversos alimentos que ajudam a combater as doenças que deterioram o cérebro lentamente. Confira os principais deles e veja como incluí-los na sua rotina:

Frutas vermelhas

Um estudo realizado no Canadá descobriu uma relação entre o consumo de frutas vermelhas e o desenvolvimento da memória, principalmente na perda da memória em indivíduos de idade mais avançada.

Segundo os cientistas, o mirtilo (blueberry) é a fruta mais eficiente nessa tarefa, seguida da amora, embora todas as chamadas berries (frutas vermelhas) contêm substâncias que exercem papel antioxidante e neuroprotetor, atuando como escudo das membranas dos neurônios e evitando o processo de morte neural.

Semente de chia

As sementes de chia favorecem o funcionamento dos neurônios e melhoram a atividade cerebral. Por isso, são consideradas a maior fonte de ômega 3 que conseguimos na natureza. O alimento previne o envelhecimento dos tecidos, mantendo suas funções intactas enquanto o organismo se torna mais velho.

Tomate

O tomate contém uma substância chamada licopeno que, graças às suas propriedades antioxidantes, é muito útil para a prevenção de diversas doenças, dentre elas, vários tipos de câncer e o acidente vascular cerebral (AVC). Além disso, o fruto ainda tem a fisetina, uma substância que ajuda a reduzir o esquecimento.

Abacate

A fruta possui propriedades antioxidantes que ajudam a prevenir o envelhecimento e deterioração precoce da nossa saúde. Além disso, contém ômega 3, ideal para proteger o cérebro do desgaste prematuro.

Peixe

Os peixes são uma fonte rica de fósforo, mineral que ajuda a fortalecer o cérebro, melhorando a memória. Consumir peixes periodicamente, de preferência todo dia, ajuda a proteger a saúde do coração e do cérebro. O salmão, por exemplo, é um dos peixes mais ricos em ômega 3, que acelera as respostas cerebrais e melhora a capacidade de aprendizagem.

Chocolate meio amargo

Consumido com moderação, o cacau pode ajudar na boa saúde do cérebro, já que contém antioxidantes que evitam o envelhecimento prematuro do organismo e suas células, enquanto previne doenças do coração. Também é rico em magnésio, um mineral que ajuda na nutrição do nosso sistema nervoso. Basta um quadradinho por dia, após o almoço ou jantar, para melhorar a oxigenação cerebral e dar sensação de bem-estar. Dê preferência ao chocolate meio amargo, com mais concentração de cacau.

Couve-de-bruxelas, couve-flor ou brócolis

Estes são vegetais crucíferos, que contêm sulforafanos, um excelente antioxidante para prevenir e evitar a morte dos neurônios. O brócolis, em especial, possui nutrientes com a capacidade de potencializar a memória e preservar a boa saúde do cérebro. Também possui propriedades que ajudam a proteger o coração.