Aliados da memória: 9 alimentos que estimulam o cérebro

A nossa alimentação está diretamente relacionada com o nosso raciocínio, concentração e memória. No decorrer da vida, as células, inclusive as do cérebro, são danificadas pelos radicais livres que levam a uma diminuição no ritmo de produção de energia. A ação destes componentes compromete a atuação dos neurônios, provocam o desaparecimento das sinapses e reduz a capacidade de comunicação entre as células e dessa forma prejudica o funcionamento mental.

A nutrição adequada e mudanças no estilo de vida, inclusive exercícios físicos e mentais podem contribuir bastante com o bom funcionamento do cérebro, além de facilitar a captação dos neurotransmissores essenciais a memória. A nutricionista Evelyn Monteiro selecionou alguns alimentos e suplementos alimentares para você incluir no seu dia-a-dia e garantir energia para o cérebro e uma boa memória.

1) Suco de uva integral

Um estudo publicado pela Universidade de Cincinnati mostrou melhoras no aprendizado e na memória recente de pessoas idosas que consumiram dois copos de suco de uva integral por dia. O resveratrol presente na uva é um polifenol que tem efeito antioxidante que protege e recupera as células danificadas do tecido nervoso, ajudando a prevenir a neurodegeneração e a inflamação, contribuindo para uma boa comunicação entre os neurônios e consequentemente para um boa memória.

A quantidade indicada é o consumo de ½ copo de suco de uva roxa integral (puro) ao dia.

2) Frutas vermelhas e roxas

Um estudo divulgado no Encontro Nacional da Sociedade Química dos EUA concluiu que os compostos fenólicos encontrados no açaí, morango e mirtilo podem ajudar a garantir a saúde do cérebro nos idosos.  Essas frutas ativam um mecanismo de defesa do órgão, que limpa e recicla proteínas tóxicas ligadas a problemas mentais como perda de memória e restaura as funções cognitivas do cérebro.

O ideal é consumir uma porção ao dia de morango, cereja, mirtilo, melancia, framboesa, açaí e amora. Congele porções individuais de cada fruta e aproveite as frutas da época.

3) Nozes

As nozes contêm uma quantidade elevada de ácido alfa-linolênico (Ômega 3) que pode melhorar o fluxo de sangue e levar mais oxigênio ao cérebro. Além disso, um estudo apresentado em uma Conferência Internacional sobre o Alzheimer, mostrou que em ratos há uma melhora significativa de aprendizagem, memória, regulação emocional e coordenação motora quando as nozes são incluídas na dieta.

O indicado é consumir 1 noz ao dia. Outra fonte de ômega 3 vegetal é o óleo de linhaça, Flax Seed Oil VitaVale®, feito com matéria-prima orgânica e fabricado dos Estados Unidos.

4) Semente de abóbora

São sementes ricas em fósforo, magnésio, manganês, ômega 3 e 6, vitaminas do complexo B e zinco. Um estudo realizado na Duke University Medical Center, na Carolina do Norte, encontrou evidências que o zinco ajuda a comunicação dos neurônios no hipocampo, porção do cérebro responsável pelo armazenando das memórias e informações apreendidas no dia a dia.

O zinco quelato é a melhor forma de suplementação desse mineral , pois o mineral está ligado a um aminoácido e isso potencializa a sua absorção, forma encontrada no Zinc Chelated VitaVale®. O consumo indicado é um punhado (10g) ao dia, pode ser misturado com a semente de girassol que tem benefícios semelhantes.

5) Café

A cafeína presente no café é um potente estimulante do sistema nervoso central. O consumo moderado de café tem efeitos positivos, como aumento da disposição física, estado de alerta e diminuição do sono.

O consumo recomendado para obter o benefício é no máximo 4 xícaras de café ao dia.

6) Sardinha e salmão

É sabido que os ácidos graxos ômega-3, encontrados em certos peixes como sardinha e salmão, são ótimos para a saúde geral e também melhora da nossa função cognitiva, concentração e memória. Para reforçar a teoria, um estudo da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, reuniu voluntários entre 18 e 25 anos para uma pesquisa na qual todos deviam tomar suplemento de ômega-3 por seis meses. Os resultados mostraram que todos perceberam uma melhora significativa na memória.

A frequência ideal é consumir peixes 3 vezes por semana,  mas também podemos consumir diariamente suplementos à base de óleo de peixe e rico em ômega 3 como Fish Oil VitaVale®, produto importado e  fabricado com excelente matéria-prima.

7) Carne vermelha

Fonte de ferro e zinco, sais minerais que participam de inúmeras trocas elétricas e mantêm o cérebro acordado e ativo, e vitaminas do complexo B que regulam a transmissão de informações (as sinapses) entre os neurônios.

Encontre esses e outros minerais e vitaminas importantes para a saúde do cérebro no MultiVitamins & Minerals VitaVale®, um suplemento completo e com quantidades adequadas de cada nutriente.

8) Ovos

A gema do ovo é a principal fonte de colina, que não só participa da formação de novos neurônios, como ajuda a reparar as células cerebrais danificadas. E também constitui a matéria-prima da acetilcolina, neurotransmissor fundamental para a memória e o aprendizado.

Outra fonte natural de colina é a Lecitina de Soja VitaVale®. Além disso, o ovo também é fonte de vitaminas do Complexo B, que facilitam a comunicação entre os neurônios melhorando a função cognitiva, vitaminas encontradas também no B-Complex  VitaVale®.

9) Maçã

A maçã é uma das principais fontes de fisetina, composto que favorece o amadurecimento das células nervosas e estimula os mecanismos cerebrais. Essa substância vem sendo considerada fundamental para manter a memória jovem, porque sua função é estimular a formação de novas conexões entre os neurônios e fortalecê-las.

Além da maçã encontramos a fisetina no morango, pêssego, uva, kiwi, tomate, cebola e espinafre. Aumente o consumo desses alimentos e garanta um estímulo a mais para seu cérebro.

Fontes: Revista Exame  e Minha Vida